domingo, 13 de junho de 2010

Pré-Socráticos

Os primeiros Filósofos da Grécia.

Os primeiros filósofos da Grécia Antiga são conhecidos como Pré-Socráticos. Esta denominação indica que estes pensadores são de alguma forma (temporalmente ou temáticamente) antecessores ao filósofo Sócrates, que pela sua relevância para o conjunto do pensamento ocidental é uma referência fundamental no estudo da História da Filosofia Antiga.

Dos textos dos Pré-Socráticos.
Se sabe que muitos dos Pré-Socráticos escreviam, inclusive existem relatos de livros inteiros produzidos por eles. Porém, poucos escritos originais destes pensadores sobreviveram ao tempo e chegaram até nos. Todo conhecimento que possuímos sobre os Pré-Socráticos é fruto do estudo de fragmentos (pedaços de textos originais) e referências (referências a seus escritos originais e idéias  gerais, expostas por filósofos posteriores que tiveram acesso a suas obras.).

Os Filósofos da Natureza.


Os pensadores Pré-Socráticos são conhecidos também como Filósofos da Natureza, devido o foco central de seus estudos a Physis. Estes pensadores superaram o entendimento cosmogônico e teogônico da realidade, desenvolvendo uma forma cosmológica de entendimento da mesma. Ou seja, superaram as formas sobrenaturais de entendimento da realidade buscando explicações naturais para a mesma. Se antes (com o mito) os fenômenos naturais e todas as coisas só podiam ser entendida através de histórias sobre divindades, monstros e criaturas místicas. Com a cosmologia se começou a explicar a realidade através da natureza, ou seja explicar a natureza através dela mesma.

Physis.
Podemos entender Physis como "a natureza tomada em sua totalidade". A própria realidade.


A Filosofia e o pensamento crítico.
Ao contrário de saberes dogmáticos, tais como o do Mito. A Filosofia como nova forma de pensamento se caracteriza por ser crítica. Ou seja, ela não se baseia em verdades absolutas e invariáveis. A Filosofia admite e valoriza os questionamentos, as discordâncias e as reformulações teóricas.

Afinal seu saber não é similar ao saber sagrado dos mitos, que é transmitido  por pessoas especiais (Aedos e Rapzodos) munidas de revelações divinas.

Segundo a Filosofia todo ser humano no uso correto da razão pode construir teorias e argumentações. Estas teorias e argumentações não são de forma alguma inquestionáveis, são saberes abertos, que podem ser discutidos e modificados por outros seres humanos. Portanto que estes argumentem e teorizem corretamente.


Arché.
Para estudar a Physis, os Filósofos Pré-Socráticos desenvolveram a idéia de um elemento fundamental pelo qual se poderia entender toda as coisas. Elemento primordial ou princípio que gera e mantém todas as coisas.
Apesar da maioria dos Filósofos concordarem com a idéia de um elemento primordial que poderia fazer entender a realidade como um todo, diversos elementos foram apontados como Arché.


Alguns filósofos e suas teorias.


Tales: É considerado o primeiro Filosofo pelos historiadores da Filosofia. Por ter sido ele o primeiro pensador grego a "abandonar" as explicações sobrenaturais em pró de um esforço para entender a realidade através da natureza. Para Tales a Arché era a água.

Pitágoras: Filósofo Pré-Socrático de grande relevância para o pensamento antigo. Sua obra influenciou muitos pensadores posteriores, tais como Platão. Além de muito ter contribuído com o desenvolvimento da matemática e teoria musical antiga, desenvolveu uma Filosofia onde apontava o Número como Arche.

Demócrito: Pensador Pré-Socrático que desenvolveu uma teoria materialista, onde apontava que partículas imperceptíveis e indivisíveis (Atómos) estariam presentes em todas as coisas e gerariam todos os fenômenos naturais através de movimentos de repulsão e atração. Para Demócrito o Átomo era Arche.

Heráclito: Importante pensador Pré-socrático, principal defensor do mobilismo. Para ele o Fogo entendido como símbolo do movimento perpétuo podia ser apontado como Arché.

Nenhum comentário: